Que maravilhosos tempos vivemos

Realmente, a gente não dá valor aos tempos atuais.

Estava eu revendo clipes e filmes meio velhos, em pleno domingo a noite, numa onda saudosista, quando me dei conta de que isso é coisa de velho. Então, declaro oficialmente aqui que estou velho.

Mas antes de me tornar um vovô Simpson, que vive reclamando de tudo, pensei em algumas coisas...

Repararam que velhos (de espírito) sempre acham que o passado foi melhor? É aquela coisa de saudosismo (meio idiota, mas totalmente humano) do qual o Woody Allen fala em seu último filme. Então, uma maneira de se identificar um velho (de espírito) é ver se ele fala que no tempo dele as coisas eram melhores.

O que é uma tremenda estupidez. E se a pessoa escreveu isso online, ainda por cima, é uma idiotice maior ainda. Em que tempo poderíamos fazer nossas reclamações não serem ouvidas (mas com a ilusão de serem) pelo mundo todo? Twitter está aí pra isso. Aliás, o meu é esse aqui: @eeyamane, não que eu ache que alguém se importe.

Mas o que mais me deixa orgulhoso (!) de viver nessa época são as possibilidades. Clichê dizer isso, mas hoje elas aumentaram tanto que o clichê de infinitas possibilidades não é tão descabido assim (quer dizer, infinitas não são, mas a gente perdoa o entusiasmo). Por exemplo, estava eu aqui ouvindo/vendo alguns clipes favoritados no youtube, quando chega a vez desse aqui, da cantora Mia Rose:



É uma música bacaninha e a cantora é bonitinha, mas não é por isso que estou falando dela. Outro dia na Antena1 eu ouvi essa música e achei legal. Fui procurar quem cantava e encontrei essa Mia Rose. Só que, epa! Eu já seguia essa menina no youtube! Bem antes dela lançar o single por uma gravadora. Ela começou colocando alguns covers que ela cantava e tocava violão no youtube, e foi indo assim, até, de uma certa maneira, encontrar seus 15 minutos iniciais de fama (espero, sinceramente, que durem mais).

Mas não é uma época maravilhosa? Quais as chances, em outros tempos, de você ficar conhecendo o trabalho de bons artistas antes mesmo deles entrarem no mainstream? Essa é uma das razões pelas quais eu nunca devo dizer que antigamente era melhor do que hoje. Abençoada seja, Internet. E hail ao Google, o seu mensageiro.

Ah, outra razão pela qual hoje é melhor do que antigamente é que hoje podemos ficar vendo os vídeos de antigamente pelo youtube. Rá, toma essa!

6 Response to "Que maravilhosos tempos vivemos"

  1. sei lá, eu gosto de todas as épocas vividas, tenho saudade e acho q em termos o passado era melhor, menos responsabilidade, mas hj estou bem e satisfeita. acho q a mesma coisa vai acontecer daqui há 15 anos qndo eu lembrar de 2011.

    Macabeia says:
    Este comentário foi removido pelo autor.
    Macabeia says:

    Olá sou a mais nova leitora do seu blog,o título m conquistou,SENSACIONAL hahahaha

    Andarilho says:

    Bem vinda.

    Concordo plenamente. Que vasto leque de possibilidades a net nos proporciona.
    Belo texto. Bjlhões.. ;)

    http://divasnodiva-lilith.blogspot.com/ Gosto muito do seus comentarios, sempre diretos e simples, gostaria que vc desse uma olhadinha no meu blog e postasse um dos seus argumentos milaborantes...Valeu.

Postar um comentário

Powered by Blogger